Meditação

 Profª Gloria Arieira  

 

O corpo é um instrumento que eu tenho à minha disposição e que é extremamente sensível. É sensível aos vários elementos da criação: ao ar, ao vento, ao fogo. Mesmo à água ele é sensível. É sensível a outros objetos, a outro corpo. Ele pode reagir com doenças, alergias, febres. Da mesma forma que é necessário cuidar conscientemente deste corpo, que é tangível, grossificado, que é palpável, objetificável, muito mais é exigido em relação à minha mente... Muitos mais cuidados eu tenho que dispensar a ela. Eu não posso jogar o meu corpo em objetos, sujeitar o meu corpo a várias situações danosas, não posso ignorá-lo. Tenho que protegê-lo adequadamente e lidar com ele corretamente para que eu possa ter um instrumento ao meu dispor, conforme necessito. Protegê-lo adequadamente do calor e do frio; da chuva e de vários outros objetos e situações. Mas a minha mente é muito mais sensível.

 

Como muitas vezes eu não sei o que produziu um corte ou uma ferida no corpo físico, também muitas vezes não sei como um sentimento, uma reação se produziram na minha mente. E a dor emocional, a dor que está em mim, também é muito forte, talvez mais até do que a dor física. É necessário cuidar da minha mente com todo o carinho e atenção. Se quero uma harmonia da minha mente, tenho que tratá-la com harmonia; se quero paz, tenho que tratá-la dessa maneira. Se não quero que ela fique marcada, tenho que tratá-la com cuidado, com compreensão. Todo e qualquer sentimento, pensamento e reação que eu veja na minha mente foram produzidos, alimentados por mim mesmo. Eu mesmo abri a porta da mente e deixei entrar, e agora ela me traz o efeito. Um medo, uma reação que se insinuou; nada foi colocado na minha mente por outra pessoa a não ser eu mesmo. Tudo foi cultivado e armazenado por mim. Sentimentos positivos ou negativos não brotam fortes mas são fortalecidos ao serem reforçados por mim no dia a dia.

 

É necessário fortalecer minha segurança, minha autoconfiança, minha auto-estima, minha aceitação e compreensão e proteger minha mente do desgaste, de situações que me fazem reagir violentamente, do cansaço mental. É necessário escutar e refletir sobre o auto-conhecimento, vivê-lo a todo momento, descobrir o Eu real e completo, eliminando a realidade da mente e seus processos.

——————————————————————————————

 

Para conhecer mais sobre o trabalho da professora Gloria Arieira acesse

www.vidyamandir.org.br